todos os nomes

Há nomes do arco da velha. Quando temos que procurar listagens de nomes encontramos sempre alguns nomes fora do vulgar. Há sempre duas histórias que me ocorrem nesta situação. Hoje ocorreu-me ainda outra: 
Nome: Madeinusa
Era uma vez, no Brasil... uma empregada doméstica, modesta e simples, que deu à filha o nome de Madeinusa. Os patrões, intrigados, perguntaram-lhe a razão do nome. "Eu estava pegando suas roupas para lavar, e li na etiqueta daquela sua camisola que eu amo; Made in USA! Achei lindo demais!"... 
Nome: Prantelhana
O sr. António era novo no registo civil e sempre estivera em ambientes urbanos. Ali as coisas eram diferentes. Não só o ritmo, como o modo de vida e por vezes sentia que até a lingua, apesar de portuguesa, lhe era estranha.
Ao chegar o Zé Melo, recente pai babado, e querendo registar sua filha, António perguntou:
- Então Sr. José, qual vai ser o nome?
- Olhe prante-lhe Ana!
Apesar do espanto, e de ainda questionar "Prantelhana?", a confirmação do Zé Melo fez com que Prantelhana ficasse.
Há quem diga que é Alentejana, Minhota ou Beirã!
Nome: Lyonce Viiktória

Esta ainda não tem o estatuto de história intemporal, mas rapidamente lá chegará. A melhor descrição da criação do nome, está na Bad Girls.

Relativamente a este assunto, é apropriado ler O nome é um direito dos pais?
Enviar um comentário