Translate

Richard Branson | Oportunidades



"Nos negócios as oportunidades são como os autocarros, se perdemos um, mais tarde ou mais cedo aparece outro." 

Richard Branson, Responsável pela Virgin



Assim como na vida, Sir!!

Bola de Cristal...

Uma amiga disse-me:

"Vi a bola de cristal do meu futuro quarto... e saiu isto..."

Muitas Felicidades... 

Tarefa difícil, mas deve ser aliciante!

Oprah | Atitude

"A maior descoberta de todos os tempos é que uma pessoa pode mudar, mudando, simplesmente, a sua atitude.”

Oprah Winfrey – apresentadora de televisão. Transformou sua carreira num programa de entrevistas e, posteriormente, o programa num império.

Maria João Bastos nos ídolos

Admiro a atriz Maria João Bastos! 
É uma mulher bonita e bem feita! 
Tem feito papeis fantásticos na sua carreira!
A Liliane Marise foi um momento absolutamente brilhante e que marcou pela positiva a carreira da atriz!
Soube retirar-se a tempo desta personagem!
Em entrevistas que vi, sempre demonstrou ponderação e temperança!
Porque destruir uma imagem tão positiva, construída ao longo dos anos, com uma participação histriónica nos ídolos?
Volta atrás, Maria João Bastos! És tão melhor do que isso!!



Crianças: Falta de concentração ou falta de brincadeira?




“Nós não paramos de brincar porque ficamos velhos, nós ficamos velhos porque paramos de brincar.” 
GEORGE BERNARD SHAW

Para um bom começo de semana é ótimo saber que brincar aumenta a concentração!

De acordo com a Activa, "a falta de concentração não existe"!

"Então, por que é que as crianças se arrastam para completar uma tarefa ou perdem o interesse facilmente? A questão interessa-nos a todos, pais e professores, mas a resposta pode não ser a que estávamos à espera.

Hoje em dia, 7 em 10 crianças têm problemas de concentração. É o que mostram os estudos (ver www.oxfordlearning.com) e o que diz a experiência dos professores. O que não é de estranhar: no mundo de hoje, a velocidade é uma regra: cada ‘plano’ na televisão não dura mais de 3 segundos. E depois pedem-lhes que estejam sentados e quietos na escola. De qualquer maneira, há quem defenda que não é por aí... 

“Isso não existe. A falta de concentração.” 

Ok. Começamos logo bem. Pedi à psicóloga Rita Xarepe que me explicasse as causas da falta de concentração que leva tantos pais ao desespero durante os TPCs. Agora afinal não existe. “Até hoje, não conheci criança nenhuma que, quando me fala do que sente ou das suas opiniões ou do que se passa com ela, tenha mostrado dificuldades de concentração”, explica Rita. “Podem ter dificuldades em concentrarem-se naquilo que a escola ou os pais pretendem. Mas mesmo aí é possível encontrar uma zona de confluência. Tem de haver interesse para haver concentração. Claro que há miúdos mais desligados: às vezes, parece que nem eles sabem o que é que lhes interessa. Mas chega-se lá.” 

Andamos a exigir-lhes demais? 
Chega? Como? Imagine que a minha filha senta-se à mesa para fazer os TPCs mas a mente dela está constantemente noutra… “Isso é porque aquilo não lhe interessa nada. Mas pode perguntar: ‘O que é que te interessa neste momento? O que é que queres fazer?’ Vão fazer um bocadinho do que lhe interessa a ela e depois voltem. Para perceber por que é que ela não chega onde tem de chegar, tem de ir ao encontro dela. E a única maneira é dispor-se a estar com ela sem qualquer tipo de obrigação. Só com estes pequenos momentos é que se chega a eles. Porque aí já há uma partilha. Já pode começar a trazê-la para a zona onde a quer, porque já lhe deu o seu tempo, e ela já confia em si. Sem relação, eles não nos dão nada.” É verdade que, se recuar aos meus tempos de estudante, lembro-me de ter facilidade em concentrar--me para fazer os TPCs. Mas quando me lembro de mim nessa situação, tinha… 14 anos? Agora, crianças de 6 anos já sofrem todos os dias com cargas absurdas de trabalhos. “O problema é quando os TPCs são inúteis, cansativos e repetitivos. Claro que depois as crianças recusam-se a dar mais do mesmo. O stresse dos TPCs mata qualquer ambiente familiar minimamente agradável, e há muitas crianças que não aceitam essa situação”, nota Rita. “Na maioria das vezes isto não é um ato de rebeldia consciente, até porque os miúdos sentem que estão a desapontar os pais, que deviam ser capazes, que deviam fazer um esforço. Mas de facto eles não são capazes de dar mais e nós devíamos respeitá-los. Isso dinamita a relação pais-filhos, quando era suposto a casa ser um espaço de partilha.” 

Brincar antes de trabalhar 
A família toda está stressada? Leve o seu filhoao parque durante meia hora antes de começar a fazer os trabalhos, defende a psicóloga francesa Anne Lanchon, em www.psychologies.com. 

“A atividade física é calmante. Brincar antes de fazer os trabalhos devia ser a regra, porque depois de um dia inteiro sentada na escola, a criança precisa de uma atividade física não controlada, onde possa despender energias. A capacidadede concentração sairá muito melhorada.”

Notícia original: "a falta de concentração não existe"

The Dream Island

Sonha! 
Continua a sonhar!
Não desistas dos teus sonhos!
Define objetivos!
Define metas!
Age de forma a tornares o teu sonho realidade!


A frase do dia é de Carolina Patrocínio

Carolina Patrocínio: tens o direito à frase do dia com "O peito compra-se!"



Não tendo eu a certeza que o peito possa ser comprado por qualquer mulher que o queira, pois há casos que podem ser clinicamente complicados, aqueles que tenho visto "comprados" tornam, potencialmente, a adquirente mais agradável à vista, desde que com peso, conta e medida!

Neste caso especifico, e não entrando nas polémicas entre Carolina e sus chicas, cujo resumo está nesta notícia, acredito que com as tuas Jumpsuits te tornasses mais agradável à vista. Já és, mas podias ser ainda mais!

Se de facto, tens os abdominais e glúteos em grande forma, como afirma a tua segudora, pondera passar da palavra à ação e compra esses peitos!!

Vê como poderias ficar!


Bora lá, Carolina?

Dicas para a gestão eficaz do tempo i.

Resultado de imagem para hourglasses




Controlar agenda diária: 
Saber quais os compromissos e objetivos que tenho para o dia. Controlar quais os tempos em que vou estar ocupado e com o quê. Dar tempo para desvios que possam ocorrer.

Desafiar, «do latim disfidare, “renunciar à própria fé”, de dis-, indicando afastamento, mais fides, “fé, confiança”.»*
Tomando como certa a sua origem (que me faz crer de sentido), está no questionamento a chave para avançarmos. Por vezes difícil é largarmos o que vimos sendo e o que vimos pensando como verdades certas. Arriscarmo-nos a pôr em causa o que nos faz sentido é, talvez, a melhor prova de lucidez.
Desafios, são-no a e em vida.
Não sei que inteligência transporto mas conheço minha ignorância; é quanto baste para os iniciar.

Caro Pedro,  desafio aceite.


*Fonte: Origem da Palavra - Site de etimologia

Ralph Emerson: menos conversa fiada




"As suas ações falam tão alto
que eu não consigo ouvir o que diz"
Ralph Emerson

Manoel Oliveira é artista


Manoel Oliveira é artista!!

Só pode ser artista quem diz a frase:

"Prefiro o paraíso pelo clima 
o inferno pelas companhias!"

Gotas de Felicidade & Livros

Foto: Livraria Almedina
Gotas de Felicidade são iniciativas realizadas entre os International Happiness Forum a terem lugar anualmente no mês de Maio. 

São momentos pontuais em torno da Felicidade.

Felicidade&Livros é uma dessas iniciativas e consiste num Ciclo de Tertúlias em torno de livros - Livros sobre a Felicidade , livros que nos fazem felizes.

A ter lugar na LIVRARIA ALMEDINA - Estádio de Coimbra, a partir das 18h00, a Tertúlia de hoje 09/04/015 conta com a participação de:

- Carla Alexandra Gonçalves - docente Universidade Aberta e investigadora do CEAACP

- Joana Botelho - com formação em Gestão Hoteleira e Marketing e Comunicação, é atualmente, consultora de empresas turísticas e hoteleiras na Hotur Consultants. Mantém há dois anos o Blogue “Buy The Book?” com reviews de livros de gestão e de marketing www.linkedin.com/in/joanabotelho - Hotur Consultants

- Rui Loureiro - sócio fundador da DoctorSport, Director de Marketing da Associação Europeia de Beach Rugby, Coordenador da Formação do Rugby da AAC e mentor do Projecto Sonhadorismo.

Os participantes são desafiados a partilhar as suas experiências e ideias sobre o livro que neste momento mais associam à Felicidade. 

A Tertúlia é moderada por Alice Luxo - dinamizadora do Booksteps.

Em paralelo serão expostos, de uma forma especial, livros que abordam a temática da Felicidade.
Muitas razões para um fim de tarde bem passado!

Apareçam!!


​Abraços
,

Pedro Paiva


International Happiness Forum - Porque a Felicidade é...
Acede aqui ao programa do evento: https://vimeo.com/124197119
Reportagem realizada pela UCV - Televisão Web da UC: Noticias UCTV: Videos * Forum Internacional da Felicidade
Inscreve-te em: Academia de Voo
T: +0351 239 049 820

Forum Internacional da Felicidade | International Happiness Forum

video

Mais informação em:
* Forum Internacional da Felicidade no Facebook
Forum Internacional da Felicidade em Academia de Voo
Forum Internacional da Felicidade no Vímeo

Hoje...A minha preferida é... Adele - Someone Like You

O rio turbulento e a teoria do Ovo de Colombo



Se os outros conseguem, porque não hei-de eu conseguir?

Imagino o cenário: Tenho um rio para passar, para continuar a caminhada. O rio é fundo! Tem zonas com corrente forte! É difícil nadar sem ser arrastado! Um obstáculo difícil! Como se já não fosse suficientemente desafiante, há uma quantidade enorme de crocodilos no rio! Famintos! A prova disso é a voracidade com que se atiraram a uns cervos que foram beber água! Um companheiro mais afoito, safou-se por pouco de ser abocanhado por estes simpáticos sobreviventes da época dos dinossauros! Há 3 pessoas do outro lado do rio! Afinal é possível. Há esperança...

O que devo fazer para passar para o outro lado?

Tenho vários caminhos possíveis. Um deles é debater com os companheiros de desafio a melhor forma de o ultrapassar. E passar rapidamente à ação, de forma a experimentar as soluções e ir melhorando a cada nova solução apresentada. Esta é uma tendência legítima e expectável em muitos casos, em que se pode proporcionar aprendizagens ao longo do percurso. A tendência natural é debater com companheiros próximos como chegar lá! Como passar o rio...

Há um outro caminho que passa por perguntar a quem está do outro lado como fizeram para lá chegar! Há sempre o risco de não haver resposta, mas sem perguntar, não se sabe. Caso respondam, podem fazer com que se ultrapassem várias etapas, pois estamos a usufruir do conhecimento de quem já fez o caminho.

Pode verificar-se aqui uma nova teoria do ovo de Colombo, que surgem diversas vezes, em situações variadas.

Pode ser simples ultrapassar o desafio que temos à nossa frente:

Podem informar-nos que há uma ponte 3km abaixo! 
Ou um barqueiro!
Uma corda por cima do rio!
Uma zona que dê para passar com uns saltos entre pedras!
Uma grua que permita passar de um lado para o outro!
Um pó mágico que faz voar!
Asa Delta!
Grutas que permitem passar por baixo do rio!
Um trampolim!
Propulsor a jato!
Fatos de homem voador!
Teleférico!
E muitos outros que se poderiam aqui referenciar...

É sempre bom ouvir quem está do outro lado...