Queiroz, o senil?

Admiro o trabalho que Queiroz já fez na seleção! Ainda sou do tempo... (eheh!) em que a palavra cavalheiro ou gentleman casava na perfeição com esta personalidade. 
Também sou do tempo em que lhe fizeram a folha. Pelo menos, estou perfeitamente convencido que foi tramado por alguém, no último mundial e, nos períodos imediatamente anterior e posterior ao mundial.
Foi embora. Poderia ainda ter pretensões de ser um cavalheiro ou gentleman, se soubesse estar calado e tratasse em tribunal os assuntos que considera que foram lesivos para si.
Neste momento só vejo duas possibilidades para esta verborreia em todos os momentos em que as coisas podem estar um pouco menos de feição: ou está senil, ou tem um ódio profundo por um conjunto de gente relacionada com a seleção, e que corrói mais o próprio do que os outros. Acho que tem assuntos de foro interno para resolver. 
Como gostaria de ver dirigir-se a Paulo Bento e disponibilizar-se para dar todas as informações que fossem necessárias sobre a Bósnia, trabalho que já fez há 2 anos! Mas, como podemos ver por estas palavras, o caldo entornou de novo!


Há um princípio que li aquando da vitória de Sebastian Vettel que diz “To finish first you have first to finish”! 
Queiroz devia ter consciência dele!
Neste momento, e partindo de outro princípio muito em voga, que nos diz que uma imagem vale por mil palavras, deixo a seguinte ilustração:


http://henricartoon.blogs.sapo.pt/

Enviar um comentário