Mulheres: suplemento de auto-estima


Gil Zamora, um artista forense a trabalhar no Departamento da polícia de S. José, fez o que se vê nos filmes: o chamado "retrato-robot" a partir da descrição de pessoas. Da própria e de terceiros. Pelo que se vê no anúncio da Dove, as mulheres que se caracterizaram, viram-se de uma forma mais crítica do que os terceiros que as caracterizavam, sendo o resultado do "retrato-robot" feito feito a partir da descrição das próprias, mais cruel para as mesmas, do que os "retrato-robot" feito através da descrição de terceiros, que resultavam num retrato mais agradável.

É muito positivo que uma marca de referência para uma grande maioria silenciosa feminina, diga, com evidências objetivas, que não precisam de esforçar tanto, pois já são melhores do que a imagem que têm de si próprias. Seria positivo que não fossem tão auto-criticas. Assim, vindo a mensagem de fora do seu círculo familiar e de amigos, talvez seja ouvida com mais atenção. 

Basta investirem 3 minutos a ver com atenção este anúncio e, no final, estarão mais bem dispostas:



Ver mais em: Anúncio da Dove sobre beleza feminina
Enviar um comentário