A EMANCIPAÇÃO DO PATINHO FEIO




Quantas vezes já deu por si a dizer aquilo que na verdade não pensava? Quantas vezes já seguiu, na sua vida, por caminhos que não tencionava seguir e só o fez porque os outros quiseram que fizesse dessa maneira? Quantas vezes já ocultou pensamentos, sentimentos, ações, simplesmente porque acha que os outros (a sua família, os seus colegas, os seus amigos…) vão achar que não o deveria ter feito e que está mal, está errado, só porque todos os outros pensam, sentem ou agem de maneira diferente?! 



Caro leitor, creio que já terá respondido afirmativamente a uma das questões mencionadas anteriormente e isso significa que se deixou envolver no turbilhão da Espiral do Silêncio. 



Quantas vezes calamos a nossa própria opinião simplesmente para que os outros não nos “olhem de lado”, simplesmente para que não nos sintamos “O Patinho Feio”.
Está na altura de gritar a nossa verdadeira opinião!

A investigadora alemã Noelle-Neuman, analisou em 1972, os fatores que levavam a que uma opinião minoritária se silenciasse, tendendo a aproximar ou igualar a sua opinião com a da maioria – tendência para o conformismo. 

Da caixa extensa de fatores que podem estar aqui envolvidos, resumo aqueles que considero principais e que, com certeza, ainda que inconscientemente, já o levaram a silenciar a sua verdadeira opinião!

Medo da rejeição social - Tememos que a sociedade nos aponte o dedo simplesmente porque afirmamos livremente a nossa opinião, só porque esta não é condizente com aquela que é tomada pela Opinião Pública.

Isolamento – receamos que ao sermos colocados de parte por pensarmos ou agirmos de forma diferente nos sintamos isolados.

Represálias – sobretudo no local de trabalho. Não contestamos os métodos ou as ideias que os superiores hierárquicos nos impõem, não porque concordamos com elas, mas simplesmente porque tememos castigos, represálias, despedimentos.

Quantas vezes já ouvir os média a dizerem: “segundo a opinião pública, a ideia A está correta”. E você, em casa, no sofá, ouve e pensa: “tenho uma opinião diferente…” Então porque não a expressa, porque se cala? Porque tende para o Silêncio?”

Por favor, GRITE e veja como é bom sentir-se O PATINHO FEIO!


Enviar um comentário