eurovisão: gel e falâncio

Apanhei os homens de luta no festival da canção da eurovisão, por acaso! Ok, confesso! Estava a ver de fio a pavio, o que não acontecia desde os tempos em que a rtp tinha o monopólio das transmissões televisivas.
Gel e Falâncio, a meu ver, fizeram mais pela imagem retrógada portuguesa do que qualquer outro português, nos últimos 37 anos. Incluindo os políticos que têm destruido a imagem e a economia portuguesa. Faltava apenas uma velhinha vestida de preto e com um buço monumental.
Até podem ganhar o festival, mas o mal já está feito. Enquanto humoristas, têm uma certa piada. Como músicos, não encontro grandes méritos. Provavelmente, nem eles.
A etapa portuguesa, a qual eles ganharam, foi em pleno período de carnaval. Mas o carnaval continua. http://meababel.blogspot.com/2011/03/elite-da-musica-pop-nacional-luta-sem.html.
É certo que os nossos representantes, regra geral, não têm sido o expoente máximo da nossa música (como se pode ver pelos resultados do certame)! Pode ser que o riso tolde a lucidez de uns quantos que se revêm na nossa desgraça e essa empatia mande uns votos para cá.
Ozé, traz o pão e traz o peixe e traz o vinho, que com tudo isto, o melhor é beber uns canecos e acompanhar com uma sardinha amarela no pão!
Enviar um comentário