De Cepo a Celestial, ou fomos heróis

Uma goleada para acabar com as dúvidas: esta é sem dúvida a melhor resposta a dar a tudo o que se passou nesta "liguilha"! Um jogo destes não deixa dúvidas sobre quem merece estar na fase final do europeu. Para aqueles que pediam uma bofetada de luva branca, ficou aqui uma sova à moda antiga. Sem luva branca, mas com a verdadeira luva de pedreiro, de obreiro de catedral. É que este jogo foi arte pura, com momentos celestiais, como aquele magistral golo de Nani.

Já no jogo fora, em clima de guerra e em campo minado, houve atitude. Finalmente houve Cristiano ao seu melhor nível nestes 2 jogos, como não me lembro de ver na selecção. Desta forma, ganha estatuto de jogador de excelência, não só no clube, que já é conhecido e reconhecido por todos, mas também na selecção, o que aumenta o sentimento de gratidão de uma nação. Este Ronaldo não é simplesmente competente, é um fora de série, como recentemente provou Mr. Ronaldo e Sir Ferguson e comprovou Ronaldo é o 3.º melhor goleador da selecção. O Pepe foi, lá e cá, um paredão intransponível. Cá, todos foram excelentes. Até o Postiga molhou a sopa de forma exemplar. Patrício afirma-se e interveio em momentos fundamentais. Neste jogo, seria justo homenagear todos os jogadores, um a um, mas fica a homenagem a todos personalizadas nas personagens mencionadas.

Este jogo foi ainda mais bem conseguido, porque o árbitro esteve mal, o que seria salientado se o final fosse outro. Mas a equipa foi imune aos erros do árbitro, e alguns erros próprios. Só assim, jogando o suficiente para poder ultrapassar factores não dependentes de tácticas e erros próprios, se pode ganhar. Espero que mantenham esta atitude no futuro, pois poderá trazer alegrias desportivas.

Tirando este jogo menos bem conseguido O Patrício de Marrazes e os cepos, Paulo Bento tem um trabalho que, com este resultado, só pode ser considerado bastante positivo.Que assim continue!
Vamos lá conquistar a Polónia e a Ucrânia, com humildade, muito trabalho e futebol espectáculo!
Enviar um comentário