Newton: as maças como FCS para o avanço científico

Isaac Newton era, possivelmente, uma pessoa pachorrenta. Há boatos que dizem que era praticante de Reiki e especialista em gestão emocional. Até neste campo estava muito à frente: enquanto só nos finais do séc- xx se tornou mais massificado o conceito de inteligência emocional, Newton já o praticava há imenso tempo.
Só assim se explica que tenha levado com uma maça na cabeça, correspondente a um momento eureka, ou aha! e, de forma impávida e serena, começa a escrever a sua obra, sem qualquer blasfémia. Escreveu a Philosophiae Naturalis Principia Mathematica, uma das maiores obras científicas de sempre, em que estão descritas as 3 leis de Newton. Também está descrito, como não poderia deixar de ser, a lei da gravitação universal. Veja-se a confirmação da postura de Newton e admirem a beleza de um processo de geração de conhecimento de alto nível.

Enviar um comentário