5 na pá

Depois de acalmarem os ânimos sobre o jogo de 2.ª feira, em que o Barça cilindrou, arrasou, amassou o Real, em que Guardiola (PG) calcou, despedaçou, triturou o Mourinho (JM) e em que o Messi bailou, tiranizou, meteu no bolso o Cristiano, reflecti sobre qual dos "5 na pá" mais me surpreendeu: o do Camp Nou ou o do Dragão?
Por um lado, é surpreendente quando um caloiro (Villas-Boas VB) ganha por 5-0 a um catedrático (Jorge Jesus JJ). Visto por este prisma, o contrário, apesar de anormal, seria aceitável (JJ desintegrar VB).
Mas o jogo Barça - Real pôs frente a frente 2 catedráticos com provas dadas (as vitórias em competições importantes evidenciam a categoria dos dois). Não deixa de ser completamente inesperado e surpreendente.
Durante anos fui um simpatizante do Barça. Um conjunto de situações levavam a esse apoio. Desde logo a presença de alguns portugueses como o Figo, o Baía e o próprio Mourinho com o grande Robson, fez com que as simpatias pelo futebol de nuestros hermanos ficassem por essas terras distantes. Obviamente que a presença de Mourinho e da legião portuguesa no Real Madrid faz com neste momento prefira a vitória dos merengues. Sei também que é um estado transitório, pois o Barça tem deve ter uma flauta mágica ou sereias com o dom do encantamento que nos chamam continuamente.
Mas, no único ano que torço pelo RM, a coisa dá para o torto. A maior goleada da carreira de JM! O que devem pensar treinadores e jogadores daquela classe com um resultado daqueles? O próprio JM reconheceu que nada havia a fazer, o Barça estava avassalador. E demonstrou logo que olha para e pelo futuro, dizendo que esta derrota seria fácil de digerir, pois nada podia ser feito.
Mas há pormenores do jogo que me fazem pensar. Se JM tivesse feito a Messi o que PG fez a Ronaldo? O que diriam de JM? Claro que a enfase foi colocada na reacção do Ronaldo. 
Sendo PG inteligente e conhecendo os adversários, PG sabia qual a reacção que provocaria no Ronaldo. Ronaldo é um puto que gosta de jogar à bola e tem um talento enorme. Mas ainda assim, um puto com reacções de puto, e que já todos sabem como irritar. Principalmente quando as coisas não lhe correm de feição. Mas é um puto com uma enorme capacidade de trabalho e com um mérito enorme. 
Como antes da razão, a emoção me tolda o raciocínio, apesar de reconhecer virtudes enormes a Messi, quero que Ronaldo seja o melhor do mundo. Portuguesices. E quero que Mourinho seja o melhor do mundo. E quero que Armindo Araújo seja o melhor do mundo. E quero que Ricardo Carvalho seja o melhor do mundo. E o André Lico. E a Vanessa Fernandes. E... E que Lobo Antunes ganhe o Nobel.

E respondendo à questão inicial, os 2 clássicos "5 na pá" foram surpreendentes. Mas o do Dragão é português. É mais próximo. Apela mais à emoção. E apesar de tudo, para um simples adepto, a emoção é fundamental!
Enviar um comentário