A chatice de ser pai!


É uma chatice ser pai. Tenho que ser o responsável do sitio.
O que eu gostava era de não ter que ser responsável. Sei que conquistaríamos o mundo! Melhor, o Universo! Queria não ser o responsável de serviço! Ou então, que fosse possível rodar esta responsabilidade! Seria uma aventura sem paralelo! Um desafio constante e intenso.
Gostaria de começar o dia e tomar um grande pequeno almoço cheio de sumos e doces.
Gostaria de ir brincar sem hora. Jogar à bola, até ao final do dia, andar de bicicleta sem parar e sem qualquer hora, não ter que parar a meio para comer. Gostaria de mexer em tudo o que há em casa para fazer experiências sem fim e de desmontar todos os materiais elétricos que sei que voltaria a montar de forma perfeita. Gostaria de ver televisão sem parar e de comer pipocas sem limites. Gostaria de ir para onde quero, andar sem destino. Passar o dia na piscina até a pele ficar encarquilhada, ou no parque. Passar o dia a construir máquinas em Lego. Almoçar muitas batatas fritas e frango à churrasco. Todos os dias. Gostaria de rasgar calças e camisolas de rastejar no chão a ver as formigas e a esconder-me dos meus filhos ou a procurá-los. Gostaria de tomar banho de imersão todos os dias com espuma. Gostaria de fazer desenhos sem fim e outras atividades. Ver televisão e saltar na cama horas seguidas. Gostaria de não ter horas para me deitar e apenas cair no sofá ou na cama por exaustão de um dia de brincadeira total e ilimitada.
Mas não! Tenho que ser responsável. Impor limites e fronteiras. Ser pai é uma chatice.

Mas se me perguntarem se Os filhos fazem com que os pais sejam pessoas mais felizes? a resposta é um claro e inequívoco SIM!! Absolutamente e de forma irracionalmente explicável! Se entendo que alguém que não tenha filhos possa pensar que é mais feliz assim, tenho grandes dificuldades em perceber como é que alguém que tenha filhos possa pensar o contrário!
Enviar um comentário