O imenso Jô Soares explica em 20 centavos


Pessoalmente, considero que os bons humoristas são pessoas de grande inteligência. Considero até que a sua inteligência é inversamente proporcional à brejeirice necessária para fazer rir, apesar de perceber e não ficar incomodado com brejeirices pontuais, apenas para mostrarem que também dominam esse registo.
Há uns dias, tive mais uma prova, se necessidade houvesse disso, que há grandes humoristas e de inteligência superior, que percebem de muito mais de que de umas anedotas. O imenso Jô Soares, veio explicar a um ministro do governo brasileiro, que após uma reunião do seu governo, ainda não tinha percebido porque estão a acontecer os protestos no Brasil. Explicou de forma simples, concisa e em apenas 20 centavos (delicioso, já não ouvia falar em centavos há uns tempos) porque é que o Brasil está a protestar veementemente. Aqui vão:

"Os vinte centavos, um por um: 
00,01 – a corrupção 
00,02 – a impunidade 
00,03 – a violência urbana 
00,04 – a ameaça da volta da inflação 
00,05 – a quantidade de impostos que pagamos sem ter nada em troca 
00,06 – o baixo salário dos professores e médicos do estado 
00,07 – o alto salário dos políticos 
00,08 – a falta de uma oposição ao governo 
00,09 – a falta de vergonha na cara dos governantes 
00,10 – as nossas escolas e a falta de educação 
00,11 – os nossos hospitais e a falta de um sistema de saúde digno 
00,12 – as nossas estradas e a ineficiência do transporte público 
00,13 – a prática da troca de votos por cargos públicos nos centros de poder que causa distorções 
00,14 – a troca de votos da população menos esclarecida por pequenas melhorias públicas (pagas com dinheiro público) que coloca sempre os mesmos nomes no poder 
00,15 – políticos condenados pela justiça ainda na ativa 
00,16 – os mensaleiros terem sido julgados, condenados e ainda estarem livres 
00,17 – partidos que parecem quadrilhas 
00,18 – o preço dos estádios para a copa do mundo, o superfaturamento e a má qualidade das obras públicas 
00,19 – a mídia tendenciosa e vendida 
00,20 – a percepção que não somos representados pelos nossos governantes"

Por momentos, pensei que se estivesse a referir a Portugal. Talvez 1 ou 2 destes vinte centavos não se apliquem. Quanto aos restantes, poder-se-ia perfeitamente estar a falar de Portugal.
Mas tive a certeza de que não era em Portugal pelo relato seguinte:

Bem, talvez fosse bom ter mais uns humoristas, palhaços, contorcionistas, executantes de stand-up comedy e outros parodiantes. Quem sabe se assim, a política seria mais séria! Quem sabe se assim, os problemas se resolvessem mais rapidamente e com justiça!
Enviar um comentário