C'um caneco! O circo da seleção!

Manuel José e o circo

Manuel José é um treinador de sucesso. Acredito que saiba preparar bem uma equipa e como coordenar o estágio. Sempre deixou no ar o seu desejo de ser, um dia, selecionador nacional. Tenho tendência a concordar com as suas criticas. No entanto, estas criticas são aceitáveis num café a ver o jogo com a Macedónia e a Turquia e a comer uns tremoços e beber uns finos, mas não são tão aceitáveis por parte de um profissional com a categoria inquestionável do Manuel José. Principalmente a poucos dias de começar o Europeu. A seleção é um circo! Até porque me parece que esta situação não assume grandes novidades relativamente a campeonatos anteriores.

Concordo que houve exageros na festa. A partir de um certo momento foi um forrobodó. Mas penso que se foi estratégico, pois vários jogadores tiveram épocas intensas, deve-se esperar pelo resultado. Agora, nem Manuel José poderia assumir a seleção. Assim, independentemente de tudo, resta-nos apoiar a seleção, desejar que vá o mais longe possível e no final fazer o balanço que falta em muitas ocasiões. Nessa altura deve-se perceber o que aconteceu de positivo e de negativo e retirar as ilações devidas e as devidas consequências.

O caneco

Considero que estas derrotas podem ter sido positivas. Fizeram baixar a água na fervura. Este é provavelmente, o único campeonato dos últimos 20 anos para o qual partimos sem ser vencedores à partida (embora ainda haja alguns que o afirmam). É também uma das seleções mais fracas dos últimos anos, pois faltam jogadores em lugares chave, sendo o maior problema o 10 de Deco e Rui Costa. Espero que a semana que passam na Polónia antes do campeonato seja suficiente para assegurar níveis de concentração elevados. Espero que os últimos resultados tenham sido suficientes para proporcionar uma dose de humildade que resulte em empenho total das nossas vedetas. É importante ganhar alguns jogos, mas mais importante é sair de cabeça erguida, com a consciência que, independentemente dos resultados, todos sem exceção deram o litro. Se isto acontecer, acredito que sejam bem recebidos. Na nossa reconhecida bipolaridade, têm que estar preparados para serem heróis ou vilões. Parece que apenas podem almejar a uma destas duas classificações: herói ou vilão! besta ou bestial! 8 ou 80! Portanto, dediquem-se e mostrem empenho!

Os outros

É importante não esquecer que existem outros. E que outros! Meteram-nos num grupo em que os outros já foram campeões europeus. No último Mundial ficaram em terceiro e segundo. Ainda por cima, meteram ao barulho mais um que nos venceu na última campanha de apuramento. Não são apenas os arrogantes alemães. Não são apenas os simpáticos holandeses. Há os dinamarqueses. Ninguém fala deles, mas seria bom tê-los em conta. É, de facto, um grupo bem complicado. Passar esta fase seria um grande resultado. Felizmente, poucos nos colocam nos favoritos, o que pode ser  interessante pois afeta o ego de muitos destes jogadores/estrela e pode ser um fator motivacional extra, pois estar fora dos favoritos deve ser difícil de assimilar. Que provem em campo que não se devem esquecer deles. Só têm que provar em campo que são melhores. Temos que provar que há mais nesta seleção do que apenas garganta.

Vou fazer um esforço para apoiar a seleção de início ao fim. Mas este apoio depende também do desempenho da seleção. Mais do que resultados, o meu empenho no apoio está dependente do empenho da seleção em cada jogo. 
FORÇA PORTUGAL!
ATÉ OS COMEMOS!

José Peseiro e o Braga

Estou curioso em ver o que vai fazer José Peseiro no Braga. Sempre achei que era um bom treinador. Neste século deve ter sido o treinador que melhores resultados trouxe ao Sporting mas os restantes projetos não alcançaram os resultados esperados. Tem agora uma oportunidade de ouro num clube que lhe proporciona condições para ter sucesso. José Peseiro no Braga!
Enviar um comentário