submarino amarillo


O submarino amarelo já foi quase ao fundo! A final portuguesa é quase certa. Histórico, sem dúvida. Nem os mais optimistas esperavam este resultado. Talvez um lunático ou louco o esperasse. E depois de uma primeira parte equilibrada, e com o Porto em desvantagem, ninguém arriscaria prever algo desta dimensão. A reviravolta no marcador foi brutal! A equipa é fundamental, mas a capacidade de alguns jogadores também é importante. A qualidade individual dos jogadores é grande, e acrescentam a sua capacidade individual, o facto de serem uma excelente equipa e trabalharem para a equipa. O resultado deste trabalho focalizado na equipa, acontece naturalmente. E o valor individual também aparece. Neste caso, o destaque vai obrigatoriamente para Falcão. Demonstrou ser grande jogador. Em Portugal não devia haver muitas pessoas com dúvidas, mas agora toda a Europa ficou a saber!
Resta ganhar os títulos que falta disputar este ano e, provavelmente, deixar voar esta ave de rapina para outras paragens.
Enviar um comentário