isto sim, é futebol espectáculo!

Há dúvidas que nos acompanham durante longos períodos. Uma das que me tem acompanhado, vem desde o tempo em que ouvia o Gabriel Alves, nos seus míticos relatos, falar sobre a “técnica da força” e a “força da técnica”. Qual destas vertentes melhor representa o “futebol espectáculo”. É evidente que há potencial para o “futebol espectáculo” em qualquer uma destas vertentes do futebol. A primazia da força ou da técnica vai alternando. Mas o que eu ainda não me tinha apercebido, apesar das evidências que me atropelam constantemente, é que o futebol espectáculo está para além do futebol. Quem não se lembra do desastre da Coreia? E do que foi o sacudir água do capote, nos tempos seguintes? A Paula é talvez a mulher mais conhecida no futebol português! Será pelos seus dotes futebolísticos? O murro do Scolari, a saída do Scolari e as transferências sempre presentes durante fases finais! As bocas de Queiroz, as bocas de Laurentino, as bocas de Queiroz, as bocas do Vice, desde há 30 anos. O apego aos bodes expiatórios sempre presente por parte de quem está há anos na Federação. Quando há algum problema, passa-lhe ao lado! Objectivos cumpridos, mas no dia seguinte já não foram! Pilotos automáticos! A novela Mourinho! Os caprichos dos jogadores!


Este é o futebol espectáculo por excelência. E estamos só no âmbito da selecção. Ao entrarmos no mundo dos clubes, torna-se claro o porquê da pouca necessidade dos outros 2 F’s, tão utilizados em tempos idos. O Fado e Fátima, com a mediatização deste “futebol espectáculo”, passaram a ser secundários. Ok, é tempo de crise e vê-se que estamos a cortar nalguma coisa. De 3 F’s passámos para apenas 1. Isto deve ser bom! Deve poupar qualquer coisa em qualquer lado!


É importante que o “futebol espectáculo” continue. É preciso dar continuidade à festa, para anestesiar os problemas reais. E penso que com isto não precisamos de nos preocupar.Não será pelo presidente que faltará futebol espectáculo.

Mas não há tempo para pausas. A dinâmica do jogo é fundamental. Assim, o futebol espectáculo segue freneticamente com o próximo Porto-Benfica.

Para quem quiser analisar aspectos do futebol, à margem do futebol, talvez um pouco mais no âmbito da sociologia, está aqui um artigo interessante.
Enviar um comentário