Porto: O Reino do Dragão


# Porto 01: Há uns dias, em conversa com um amigo que teve o filho a jogar no Porto e que o tirou por opção, pois considerava que as viagens que era obrigado a fazer poderiam prejudicar os estudos do filho, e não o queria deixar como interno, dizia sobre o clube que era claro para todos que o treino era às 19h30. Esta hora era para que os jogadores estivessem equipados, no campo, à frente do treinador. Se chegassem atrasados, já não entravam. Com o intuito de precaver algum imprevisto, perguntou: "E se houver algum acidente na autoestrada que impeça de chegar a horas?" a resposta foi inequívoca: "Se vir que chega atrasado, é preferível dar meia-volta na próxima oportunidade porque já não vai treinar". Assim se faz a disciplina de um clube, não dando azo a desculpas. Aconteceu um imprevisto? Azar! A mensagem passa de forma clara para pais e filhos!

# Porto 02:Uma outra situação está relacionada com o foco nos estudos. Consideram os estudos uma parte fundamental na formação de um jogador. Segundo esse amigo me contou, têm cinco jogadores jovens a estudar medicina. Há uns dias, chegou um jogador "craque da bola" que faltou a umas aulas. Perguntaram-lhe porquê, ao que ele respondeu que estava ali para ser jogador profissional e não para estudar. Deixou de de ser convocado e corre o risco de deixar de estar ali! Exemplar!
Enviar um comentário