como educar crianças com repreensões?


A educação dos filhos tem sempre momentos difíceis. Todos passamos pelos famosos momentos em que dizemos que "me custa mais a mim do que a ele". Sendo certo que os elogios são sempre a forma de educação que deixa todas as partes mais motivadas e satisfeitas, são muitas vezes momentos esquecidos. No entanto, continua a ser necessário ter momentos de definição de limites, em que a repreensão é fundamental para um crescimento saudável.

Há pouco tempo, li um livro que é um pequeno manual. Apesar do seu tamanho, deixa a sensação que todo ele representa um ensinamento contínuo e crescente ao longo do texto. Agora, o mais difícil é pôr em prática os ensinamentos constantes no livro "o pai-minuto: como fomentar a auto-estima e melhorar o comportamento dos seus filhos"Um título que reflete muito do que os pais querem para os filhos. O autor sugere que haja um determinado método nas repreensões, chamando a atenção para a necessidade de ter paciência até que os resultados comecem a surgir. Deixo em baixo o método sugerido pelo autor:

"Repreensões-minuto funcionam bem quando:
1. Comunico com antecedência aos meus filhos que os vou repreender quando o seu comportamento for inaceitável para mim. E encorajo-os a ter o mesmo tipo de franqueza para comigo.
Primeira parte da repreensão:
2. Repreendo os meus filhos logo que possa.
3. Digo-lhes concretamente o que fizeram .
4. Sem rodeios, digo aos meus filhos exactamente como me sinto em relação ao que eles fizeram.
5. Fico calado durante alguns segundos, longos e desagradáveis, para que eles sintam o que eu sinto.
Segunda parte da repreensão:
6. Depois, acalmo-me e toco nos meus filhos de modo que eles percebam que estou do lado deles.
7. Faço ver aos meus filhos que, embora o seu recente comportamento não tenha sido bom, eu penso que eles são bons.
8. Digo aos meus filhos *Amo-vos!* e abraço-os. Quando a repreensão acaba, acaba mesmo. Não volto a falar no assunto.
9. Mais tarde, nesse mesmo dia, ouvirei aquilo que os meus filhos pretendam dizer-me.
10. Compreendo perfeitamente que, embora demore apenas um minuto a repreender com amor os meus filhos, os benefícios poderão durar para o resto da vida."
Enviar um comentário