Caminho para o bem-estar I

Há pequenas ações que podem contribuir para o bem-estar de cada um de nós. A psicologia é uma realidade para as empresas que se preocupam com os seus colaboradores e, simultaneamente, com os seus resultados.

Atualmente, há algumas ações que faço regularmente e que podem melhorar a nossa qualidade de vida e disposição. Ficam alguns exemplos:

* Identificar e escrever diariamente duas situações que tenham corrido bem e nos deixam bem dispostos. É incrível a quantidade de páginas que temos escritas ao fim de pouco tempo. Passam-se imensas coisas boas na nossa vida. Porquê a tendência natural para as esquecer. Desta forma, conseguimos relembrar várias vezes as situações positivas e recordamos várias vezes os aspetos negativos. O nosso passado fica marcado com as recordações positivas, o que aumenta a nossa propensão para ver o futuro mais radioso.

* Eliminar queixas: É muito difícil aguentar uma semana sem nos queixarmos de alguma coisa. Ainda não cheguei ao fim de um dia sem me queixar. Isto leva ao reinício. O motivador para este exercício, demorou uma ano até conseguir estar uma semana sem se queixar. Mas com resultados que valem a pena. É um bom desafio que nos faz ter a consciência de quão difícil é não nos queixarmos de alguma coisa, todos os dias. Várias vezes por dia.

* Encontrar meia hora para parar e deixar o dia a dia fora de portas. Deixar os problemas de fora é sempre complicado. Os nossos pensamentos, se não forem amestrados, estão sempre à procura dos problemas. Deixar de pensar em problemas e permitir que os pensamentos positivos fluam, por meia hora que seja, é revigorante. Já consigo passar 20 minutos com pensamentos positivos.

Enviar um comentário