Armstrong: Homem na Lua

Já muita coisa foi dita sobre o primeiro homem a pisar o solo lunar, como se pode ver em o primeiro homem na lua 2! Agora, Armstrong atingiu a imortalidade e, provavelmente, repousará no Mar da Tranquilidade. Merece.

Direta ou indiretamente, o momento que imortalizou Armstrong, promoveu a ciência e a ficção científica como nenhum outro acontecimento. Eu, e muitos como eu, gostamos de ficção científica em grande parte influenciados por este passo. Muitos financiadores dos programas espaciais, incluindo os estados com essa capacidade, fizeram seu o sonho de voltar a pisar na lua. Ser astronauta passou a estar no Top3 da resposta à pergunta "O que queres ser quando fores grande?". A Guerra das Estrelas, a Galáctica ou o Espaço 1999 só foram possíveis devido a este feito. O Robô Curiosity já está a rolar pela superfície de Marte porque foi dado um primeiro passo na Lua! A tecnologia que se desenvolve para a indústria aero-espacial é precursora de muitas das tecnologias mais tarde disponibilizadas para o comum dos terrestres e utilizadas pelas indústrias "civis".

Acresce ainda a esta simpatia por quem nos faz sonhar, algum paralelismo destes descobrimentos espaciais, em que temos um papel ínfimo, com os descobrimentos de há 500 anos, com um papel enorme. Resta agradecer à Laika, ao Armstronge ao Curiosity! Ao Vasco da Gama, D. João II e Pedro Alvares Cabral e a outros aventureiros e descobridores que trazem "novos mundos ao mundo!".
Enviar um comentário