E se privatizassem as praias?



E se privatizassem as praias? Não!!! Não é possível! E no entanto, já se fala nisso. Ainda em voz baixa. Mas parece uma tendência que poderá chegar no futuro, como se pode ver na notícia seguinte: "Nova lei pode levar à privatização das praias".



Associado a isto, temos já a proteção das concessões, que em alguns casos os nadadores salvadores não são mais do que porteiros em fato de banho e camisola amarela de áreas reservadas a quem paga para ter acesso a determinadas zonas da praia. 



Não é dramático, quando são pequenas zonas em que os portas/nadadores/salvadores têm jurisdição para não deixar os incautos banhistas se aproximarem das zonas de praia "protegidas". Mas a notícia saída é um mau sinal para o futuro livre nas praias. Quando se começa a falar, ou dito no formato de sabedoria popular "não há fumo sem fogo"!



Que o Sol, quando nascer, ainda possa ser para todos! Pelo menos na praia!




Enviar um comentário