O Forrobodó em grande: viagens com o nosso dinheiro


Não sendo novidade, não podemos deixar que estas notícias nos deixem surpreender. Não é suposto que os nossos impostos e taxas sejam para Gastar dinheiro público em turismo sexual e excursões à Disney. São estas "odes ao disparate" que fazem com que se tenha chegado ao esbanjamento e descontrolo que, no seu global, contribuem para que a situação seja difícil. Já Confúcio dizia: "transportai um punhado de terra todos os dias e fareis uma montanha."Ou, como diz o provérbio húngaro, "todo o bocadinho acrescenta, disse o rato. E fez xixi no mar!" ou ainda o nosso portuguesíssimo "Grão a grão enche a galinha o papo!". Esta sabedoria proveniente de diferentes locais e tempos, apenas confirmam o resultado final do disparate (ou de diversos disparates pequenos a contribuir para o mesmo) 

Há estudos que dizem que no futuro, serão as andróides as principais acompanhantes. Pode ser que saia mais barato ao erário público  http://www.mundodrive.com/tag/androides. Quem sabe se em vez de pagarem várias viagens, fazem casas da especialidade, pegam nos andróides e os levam para os seus municípios, diminuindo os gastos associados às viagens de turismo.
Enviar um comentário