justiça é cega?... mais um prego!

A notícia de que os nossos futuros juízes foram todos apanhados a copiar é mais uma prova de que a realidade supera a ficção. Não vejo nenhum criativo que conseguisse chegar a tanto.
Os futuros magistrados deste país, que serão os barómetros e simultaneamente os guardiães da honestidade e bons costumes, provaram por ação direta, que honestidade é algo a aplicar, mas não a praticar! Ou não estará a justiça relacionada com honestidade?
Confesso que sempre vi os magistrados como pessoas realmente honestas. Talvez as tardes passadas a ver o Perry Mason e outras séries com juízes sérios e credíveis tenham formado uma determinada ideia sobre a justiça, mais aplicada à Norte-Americana do que à Portuguesa (basta ver a celeridade dos casos do Carlos Castro e do Strauss-Kahn e comparar com a vertiginosa velocidade da nossa justiça).
Começo a acreditar que a nossa justiça está mais próximo do que o apresentado nas notícias seguintes:
público: futuros magistrados apanhados a copiar
I: futuros magistrados apanhados no copianço vão ter nota 10
É o descrédito total! Associado a notícias como a da procuradora que conduzia alcoolizada, os pregos no caixão da justiça não param.
Como se não fosse suficiente, deram nota dez a todos! Assim, a justiça não conseguirá provar que é cega. Como se já não fosse suficientemente má a situação, vem alguém desresponsabilizar aquela cambada pelo que aconteceu.
Felizmente, aparecem algumas vozes com bom senso, a criticar e a querer apurar responsabilidades: 
Público:Marinho e Pinto defende repetição de prova de exame
I: sindicato diz que copianço foi escusado e lamentável
Público: directora do cej quer apuramento de responsabilidades

Talvez ainda se faça justiça!
Menos Mau!
Enviar um comentário