Hoje...A minha preferida é... do Pedro Abrunhosa: "Eu não sei quem te perdeu"






Quando veio,
Mostrou-me as mãos vazias,
As mãos como os meus dias,
Tão leves e banais.







Enviar um comentário